Por que uma Vivência Tântrica para Mulheres?

Atualizado: 3 de Set de 2019

Vivemos em um sistema patriarcado no qual as mulheres sempre foram vistas como pessoas que não tem necessidades sexuais e os homens relatando terem necessidade de sexo o tempo todo. Há um tempo essas diferenças pré estabelecidas entre homens e mulheres vem sendo questionadas. Mulheres relatam não sentir necessidade de trocas sexuais enquanto homens relatam estarem sempre dispostos. Será mesmo que as mulheres não sentem vontade de ter prazer? E será que os homens, muitas vezes, transam por resposta as expectativas sociais? Esses esteriótipos demasiadamente demarcados geram muitos conflitos psicológicos e isso não deve ser assim. Não podemos generalizar, cada ser humano é um individuo totalmente peculiar, porém a que respondemos? Será que mulheres quando afirmam não sentirem vontade de ter prazer está respondendo a um esteriótipo socialmente aceito, o que a faz parecer mais "normal". Em minha vasta experiência como terapeuta corporal observei que profundamente todos nós somos pessoas que precisamos ultrapassar esteriótipos para atingir autoconhecimento.


Não é atoa que existem muitos serviços de massagem para homens, e para mulheres não. A construção social em torno do que é ser mulher e homem em nossa sociedade desempenha o papel do machismo. A proposta da Prazer Terapias é trazer luz para essas questões da sexualidade no nosso tempo, nos ideais e nas práticas tanto para homens quanto para mulheres.


E por que a Vivência para Mulheres, afinal?


A Vivência Tântrica para Mulheres vem justamente na intensão de desenvolver com as mulheres uma prática de troca intensa na qual a mulher pode descobrir que dentro dela há muita energia sexual e disponibilidade para a troca. A diferença entre uma Massagem Tântrica e uma Vivência para Mulheres é que na massagem a mulher vive processos mais introspectivos de autoconhecimento, não há troca ( que também faz parte do processo terapêutico) e na Vivência a mulher poderá viver uma troca maior de energia com seu parceiro ou terapeuta. Partindo da ideia de que os esteriótipos que vivemos não devem corresponder a generalizações propomos essa Vivência mais dinâmica também para mulheres. A oportunidade da mulher se conectar com outra energia e sentir o poder de uma troca tântrica ocupando o lugar de quem se propõe sentir prazer e saindo do lugar da mulher que está a serviço do prazer de um homem.


Sim. A mulher também pode querer viver essa experiência para satisfazer seu prazer!!!!


48 visualizações

©2018 by Tha Radomile. Proudly created with Wix.com